Aloe Vera Gel

Em um mundo onde a cada dia somos apresentados a novos produtos, novas marcas e novas promessas, acabamos deixando de lado algumas opções simples e naturais que trazem inúmeros benefícios para nossa saúde, que são livres de diversas substâncias químicas que podem ser tóxicas ao nosso organismo e tudo isso com um custo bem mais interessante. Sabendo disso, sempre tento buscar alternativas naturais para minha rotina!

Como Uso

Muita gente me pergunta sobre Aloe Vera, não uso todos os dias, mas gosto muito de incluir no meu ritual de self care, aplicando o gel na minha pele depois de um dia de sol ou como uma máscara para o rosto e, algumas vezes, aplico na raiz do cabelo também! Além disso, tenho usado para melhorar a minha digestão, quando sinto que meu estômago precisa de um extra love, incluo nos meus smoothies ou shots matinais. Mas é preciso um pouco de cuidado e atenção antes de incluir a planta com uso interno na sua rotina, a Aloe Vera tem um poder levemente laxativo e por isso não é indicado para pessoas que apresentam algum problema digestivo (hemorróidas, muitas idas ao banheiro, quadros de diarréia, Doença de Crohn..etc). A planta é apenas mais uma alternativa para melhorar um quadro e é muito importante verificar com seu nutricionista e/ou médico se o seu consumo é indicado para você também.

Neste post vou dividir alguns benefícios dessa planta incrível, como incluo ela no meu ritual de self care (autocuidado), na minha alimentação e também responder algumas questões práticas de como usar, armazenar e onde encontrar!

Benefícios Aloe Vera

A Aloe Vera apresenta mais de 75 componentes ativos na sua composição, que podem beneficiar nosso corpo e organismo de diferentes maneiras. Entre os componente presentes na planta, a quantidade de minerais chama bastante atenção, analises laboratoriais identificaram a presença de: cálcio, cobre, selênio, manganês, magnésio, potássio, sódio e zinco. Estes minerais tem um papel fundamental para garantir o bom funcionamento de sistemas enzimáticos de diferentes vias metabólicas e alguns também desempenham papel antioxidante no nosso organismo.

Além disso, a planta é uma excelente fonte de vitaminas essenciais, tais como: vitamina A (betacaroteno), C e E, além de B12, ácido fólico e colina. Essas substâncias têm um grande poder antioxidante ao combater radicais livres. A presença de algumas enzimas na planta faz com que ela seja um excelente aliado para combater à inflamação. A bradicinina, por exemplo, ajuda a reduzir a inflamação excessiva quando aplicada na pele topicamente, enquanto outras enzimas ajudam na quebra de açúcares e gorduras. Um fato curioso, é que a planta apresenta em sua composição 7 dos 8 aminoácidos essenciais e 20 dos 22 não essenciais (ou seja, nosso próprio organismo é capaz de sintetizar/produzir) e contém também ácido salicílico, que possui propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas.

Diversos estudos apontam os benefícios do Aloe Vera para a saúde e melhora da pele, entre eles temos: efeito protetor contra danos causados pela radiação solar, melhora da cicatrização uma vez que os seus compostos ativos estimulam a síntese de colágeno, melhora no quadro de psoríase, dermatite, mucosite oral, feridas cirúrgicas e também como um remédio caseiro para queimaduras. Pensando na saúde capilar, a planta é uma ótima opção para tratar e hidratar cabelo e couro cabeludo. Os inúmeros minerais e vitaminas presentes na plantam contribuem para cabelos fortes e saudáveis e suas propriedades antibacterianas e antifúngicas contribuem para a redução de quadros de caspas. Além disso, suas enzimas ajudam a eliminar células mortas do couro cabeludo e promovem a regeneração do tecido da pele ao redor dos folículos pilosos.

Pensando agora no nosso sistema digestivo, a Aloe Vera apresenta antraquinonas, compostos conhecidos pelo seu poder laxativo,  que funcionam como um laxativo natural: aumentam o líquido intestinal, estimulam a secreção de muco e impulsionam o movimento peristáltico do intestino, sendo assim uma opção natural para ajudar aqueles que sofrem de constipação.  Além disso, devido aos seus componentes anti-inflamatórios combinados com substâncias laxativas presentes na sua composição, a planta mostrou-se uma boa aliada para otimizar o processo digestivo. Um estudo relacionou o consumo do Aloe Vera com melhoras no quadro de pacientes com Síndrome do Intestino Irritável (SII), porém ainda não temos dados suficientes para provar a eficácia deste tipo de tratamento.

Na Prática

Como usar na pele: O gel do Aloe Vera nada mais é do que a parte interna da folha, que naturalmente tem uma textura pegajosa de gel. Para usá-lo sugiro que você corte um pequeno pedaço da folha e com a ajuda de uma colher retire a parte transparente e aplique diretamente no rosto ou no local que gostaria de tratar e deixe secar, o ideal é deixar a planta em contato com a pele por pelo menos 20 minutos e depois lave com água morna ou retire o excesso com a ajuda de uma toalha.

Como usar no cabelo: retire a parte interna da planta e para facilitar a aplicação, liquidifique por alguns segundos até atingir textura de gel. Você pode acrescentar algumas gotinhas de óleo essencial de Tea Tree ou Castor Oil (ambos tem propriedades benéficas para a saúde capilar) ou combinar com algum outro produto de sua preferência – são apenas sugestões, a planta em si já oferece MUITOS benefícios. Aplicar a mistura desde a raiz até as pontas e deixar agir por alguns minutos (sugiro pelo menos 30 minutos para o seu organismo ter tempo de absorver as substâncias) e lavar normalmente na sequência.

Como incluir em Smoothies e Shots: com a ajuda de uma colher ou com uma faca, separe apenas a parte transparente da planta (o gel), inclua no seu smoothie e liquidifique normalmente. No caso de shots, devido a textura de gel, pode ser necessário liquidificar a planta com um pouco de água antes e na sequencia combine os demais ingredientes. Consuma logo em seguida!  A quantidade indicada pode variar de pessoa para pessoa, por isso é importante conversar com seu nutricionista a respeito.

Onde encontrar: US: Whole Foods, Trader Joe’s e Farmers Market. Brasil: lojas de produtos naturais e feiras e mercados orgânicas

Como armazenar: guardo a folha inteira na geladeira e corto os pedaços quando vou usar.

*O consumo do Aloe Vera não é recomendando para gestantes ou lactantes visto que seus componentes ativos podem causar desconforto gastrointestinais.

**Lembrando que este post não substitui uma consulta médica e que os benefícios apresentados da planta não substituem medicamento(s) prescrito(s) por médico(s).

Referências:

Feily A, Namazi MR. Aloe vera in dermatology: a brief review. G Ital Dermatol Venereol. 2009;144(1):85–91.

Khedmat H, Karbasi A, Amini M, Aghaei A, Taheri S. Aloe vera in treatment of refractory irritable bowel syndrome: Trial on Iranian patients. Journal of Research in Medical Sciences. 2013;18:732

Surjushe A, Vasani R, Saple DG. Aloe vera: a short review. Indian J Dermatol. 1999;53:163–166

No Comments Yet.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *