Reishi Mushroom

English version? Click here! 

Quem me conhece sabe que umas das estratégias que norteiam meu atendimento é buscar saúde a partir de comida de verdade, ervas, especiarias e temperos! É impressionante o quanto a natureza pode nos oferecer! Neste post vou falar sobre um poderoso cogumelo, o Reishi, que é utilizado há mais de 2.000 anos devido aos seus inúmeros benefícios para saúde e suas propriedades medicinais. Vou dar dicas de como incluí-lo na nossa rotina alimentar, como armazená-lo e onde encontrá-lo para comprar!

Adrenais e Stress

Quando recorremos a opções naturais para promover e manter a nossa saúde, encontramos as plantas adaptógenas, que são aquelas responsáveis por nos ajudar a melhorar nossa capacidade de adaptação à situações extremas de estresse (emocional, físico ou químico), melhorando assim nossa saúde adrenal. 

As glândulas supra-renais (ou adrenais) são as glândulas responsáveis pela resposta ao stress, são elas que liberam hormônios como cortisol e adrenalina para que possamos reagir à ameaças (stress). O problema é que na sociedade moderna em que vivemos estamos submetidos a muito stress vindo do trabalho, família e a alta competitividade gerada pelas tecnologias digitais. Estamos sempre ligados, né? Então não é à toa que ansiedade e stress são queixas tão comuns das pessoas. 

Ervas Adaptógenas

Além de administrar o stress à partir de técnicas como meditação e yoga, gosto muito de adaptógenos, pois dependendo do caso, permitem uma melhor adaptação do nosso organismo a situações de estresse, sem perturbar o funcionamento normal do organismo. Os adaptógenos permitem uma resposta adaptativa constante e que, de acordo com a planta escolhida, terá muitos benefícios. 

Como explico para as minhas clientes e também nos meus workshops sobre Mindful Eating, temos que ter consciência da onde vem o nosso estresse. A ideia não é eliminar stress, até porque, a vida faz com que isso seja impossível! Mas a ideia é achar maneiras de lidar melhor com o stress!  

Sabe-se que o stress tem um impacto muito negativo na nossa saúde de modo geral, podendo desencadear uma série de doenças e neste sentido amenizar o seu impacto no nosso organismo pode ser a chave para um corpo e uma mente mais saudável. 

Benefícios Reishi

  • Melhora sistema imunológico
  • Ação anti-cancer
  • Ação antioxidante
  • Reduzir stress e fadiga
  • Melhora de quadros de diabetes mellitus

Receitas

O fato do Reishi ser vendido em forma de pó facilita muito para incorporá-lo nas receitas. Eu costumo adicioná-lo em Smoothies ou nas minhas bebidas quentes matinais (aqui tem uma receita incrível de um Bulletproof Matcha que usei Reishi). Dose é individual. 

Onde achar (marcas)

 O Reishi pode ser encontrado com facilidade na maioria das lojas de produtos naturais ou em algumas farmácias de manipulação (prescrito pelo seu nutricionista ou medico). Quem está nos Estados Unidos consegue encontrar em lojas de health food stores como Whole Foods ou online no Amazon Sugiro marca SunPotion ou mix da Four Sigmatic.

Os estudos…

Diversos estudos mostraram que o Reshi possui características antioxidantes capazes de fortalecer nosso sistema imune, e com isso nos tornamos mais resistente para combater doenças auto-imune, problemas cardíacos, infecções, alergias e até o câncer. Um dos principais desafios da atualidade para os pesquisadores no tratamento de infecções virais e/ou bacterianas é descobrir agentes que inibem a multiplicação dos vírus e bactérias sem afetar as células normais e saudáveis.

O efeito colateral dos antivirais e antibióticos são bastante prejudicais para nossa saúde, visto que seu mecanismo de ação não é capaz de diferenciar quais as bactérias/vírus estão causando a doença e quais são benéficas para nosso organismo, ele acaba matando todas as bactérias/vírus de um determinado grupo, causando assim um desequilíbrio e além disso percebemos que estes microorganismos estão cada vez mais resistentes.

Neste sentido, o estudo e descoberta de tratamentos alternativos são de grande valia para nossa saúde, com isso plantas como o Reishi vêm sendo alvo de diversos estudos. O Reishi foi estudado interagindo com diversos vírus e apesar do seu mecanismos de ação ainda não ter sido definido, os estudiosos concluíram que o GLPG (Ganoderma lucidum proteoglycan) inibe a multiplicação viral, agindo principalmente no início da infecção, reduzindo assim a absorção de vírus pelas células alvo.

Um estudo foi realizado com 71 pacientes adultos com diabetes Mellitus de tipo 2 confirmado, durante 12 semanas estes pacientes receberam Ganopoly (frações de polissacarídeos extraídas de G. lucidum) ou placebo três vezes ao dia. Após este período de tempo, os pacientes que foram tratados com o Reshi apresentaram a hemoglobina glicada e glicemia (concentração de glicose/açúcar no sangue) significativamente reduzida, indicando um efeito hipoglicêmico do extrato. Em geral, os dados de diferentes estudos sugerem que a ingestão de G. lucidum ajuda na modulação dos níveis de glicose no sangue.

*Lembrando que o consumo de Reishi não substituí medicamentos prescritos por médicos. Este texto é de caráter apenas informativo e não substituí consulta com nutricionista/médico.

Valor Nutricional

A maioria dos cogumelos são compostos por água, chegando a 90% do seu peso. Os 10% restante, consistem em 10-40% de proteína, 2-8% gordura, 3-28% carboidrato e 3-32% fibra. Além de minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, selênio, ferro, zinco e cobre. Um estudo específico sobre o Reishi mostrou que, desconsiderando a água, a sua composição é de  26-28% de carboidratos, 3-5% gorduras e surpreendentes 59% de fibra e 7-8% de proteína.

Além disso, os cogumelos contêm uma grande variedade de moléculas bioativas, como terpenóides, esteróides, fenóis, nucleotídeos e seus derivados e também glicoproteínas e polissacarídeos. As proteínas do cogumelo contêm todos os aminoácidos essenciais e são especialmente ricas em lisina e leucina. O baixo teor de gordura total e a alta proporção de ácidos graxos poliinsaturados em relação aos ácidos graxos totais, são considerados outro ponto positivo e benéfico dos cogumelos.

Reishi Mushroom

Those who follow me for a while already knows that my favorite strategy to achieve optimal health is to choose real food and natural options as much as possible . It amazes me how much the Nature has to offer! In this post I will talk about a powerful mushroom, the Reishi (Ganoderma lucidum), commonly known as Ling Zhi in Chinese, which has been used for over 2,000 years because of its innumerable benefits to our health and it’s medicinal properties and I will also give some tips on how to include it on our eating routine, how to store it and where to buy it.

When we turn to natural options to promote and maintain our health, we find the adaptogenic plants, which are those responsible for helping us to improve our ability to adapt to extreme stress situations (emotional, physical or chemical), thus improving our adrenal health. Stress is a risk factor for a number of diseases and is an important predictor of health in general. Herbal medicines have been used as adaptogens to regulate and improve the stress response and there is evidence to support the use of herbal medicines for this purpose. Essentially the adaptogen supports the body’s ability to ‘adapt’ ideally to its environment. These herbs are believed to have a bimodal function of action either by providing a stimulant effect or a sedative effect depending on the needs of the individual in a particular situation.

Reishi Mushroom Benefits

  • Improve immune function
  • Anti-cancer 
  • Antioxidant (fight free radicals) 
  • Improve blood sugar 
  • Improve stress and fadique 

Studies have repeatedly shown that reishi mushrooms have antioxidant abilities that allow them to strengthen the body’s defenses against cancer, autoimmune diseases, heart disease, allergies, infections and more. The goal of research in the treatment of viral and bacterial infections is the discovery of agents that specifically inhibit viral and bacterial multiplication without affecting normal cells. The undesired side effects of antibiotics and antivirals and the appearance of resistant and mutant strains make the development of new agents an urgent requirement. This has led researchers to investigate the antibacterial and antiviral activity of medicinal plants like Reishi. The mushroom was studied in different scenarios and although the mechanism was not defined, the authors concluded that GLPG (Ganoderma lucidum proteoglycan) inhibits viral replication by interfering with early events of viral adsorption and entry into target cells.

In one study reported in the literature, 71 adult patients with confirmed type 2 diabetes mellitus (DM) were supplemented with Ganopoly (polysaccharide fractions extracted from G. lucidum). The patients received either Ganopoly or placebo orally at 1800 mg, three times daily for 12 weeks. Glycosylated hemoglobin (HbA1C) and plasma glucose decreased significantly after 12 weeks, indicating a hypoglycemic effect of the extract. Overall, the data from different studies suggest that G. lucidum intake helps in modulating blood glucose levels. However, the studies were performed mostly in animals. More support from well-planned human clinical studies is needed with and without combination with conventional medicines.

Nutritional Breakdown

Most mushrooms are composed of around 90% water by weight. The remaining 10% consists of 10–40% protein, 2–8% fat, 3–28% carbohydrate, 3–32% fiber and some vitamins and minerals, with potassium, calcium, phosphorus, magnesium, selenium, iron, zinc, and copper accounting for most of the mineral content. In a study of the nonvolatile components of G. lucidum, it was found that the mushroom contains 1.8% ash, 26–28% carbohydrate, 3–5% crude fat, 59% crude fiber, and 7–8% crude protein.

In addition to these, mushrooms contain a wide variety of bioactive molecules, such as terpenoids, steroids, phenols, nucleotides and their derivatives, glycoproteins, and polysaccharides. Mushroom proteins contain all the essential amino acids and are especially rich in lysine and leucine. The low total fat content and high proportion of polyunsaturated fatty acids relative to the total fatty acids of mushrooms are considered significant contributors to the health value of mushrooms

Extras

Recipes: I usually add the Reishi powder into my Smoothies or on my hot morning’s drinks (here you can find a great Bulletproof Matcha recipe that contains Reishi).

How to store it: How we store the food it’s really important to insure the best quality and the benefits of it. So the best way to store food is avoiding contact with oxygen, which will help to accelerate the oxidation process. So my strategy is to keep it in a sealed jar and also away from direct sun light.

Where to find it: Reishi powder or in capsules can be easily found in most health food stores, such as Whole Foods. As far as my favorite brand, SunPotion and 

No Comments Yet.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *